Noventa

Como criar um site: passo a passo

Cria o teu site

Passo a passo

Queres mostrar ao mundo o teu trabalho? Então este guia é o ideal para ti.

domínio

Este passo é o mais importante. É como o teu nome, vai seguir o teu negócio para a vida toda!

hospedagem

A infraestrutura que vai suportar o teu site (imagens, vídeos, documentos,…)

wordpress

Constrói a tua montra. Esta é a plataforma mais simples e intuitiva para criares um site com aspeto profissional.

Aqui vais perceber como criar o teu site em WordPress. Vamos começar com o domínio, passamos pela hospedagem e por fim pela instalação do WordPress.

DOMÍNIO

Antes de mais temos de escolher o nosso domínio, ou melhor, o nosso nome para o mundo.
O nome deve ser o teu caso sejas um trabalhador independente e queres partilhar o portfolio, a tua marca ou o que fazes (ex.: blog de tendências de vestuário e acessórios – “Tudo Sobre Moda” www.tudosobremoda.com).

Após a tua escolha deves de pensar na extensão. Isto é, se queres “.com”, “.pt”, “.net”, etc.
Isto é muito importante, porque não servem todas para o mesmo. Por exemplo, ao escolher do tipo “.pt” (ccTLD – code top-level domain), significa que a tua página vai ser automáticamente associada a Portugal. Isto faz com que o Google (motor de busca) o reconheça como um domínio de topo de Portugal, e assim o torne prioritário atrair trafego a partir de pesquisas portuguesas. Inclusive, no Search Console da Google, não consegues alterar o país alvo da tua página, o que significa que Portugal será sempre a prioridade.

Quando se trata de domínios com extensão internacional (“.com”, “.net”, “.org”, etc.) é um gTLD – um domínio generalista de topo. Neste caso já consegues no Search Console definir o segmento internacional e em que países queres segmentar os utilizadores.
Nas duas situações, não significa que a tua página e os respetivos conteúdos não vão ser indexados nas versões locais. A utilização de backlinks é uma das formas de espalhares a tua página em diversos países.

Caso pretendas fazer o registo “.pt”, recomendo utilizares o flexi.pt.
Caso o teu objectivo seja criar uma página para Portugal, uma extensão “.pt” poderá fazer bastante diferença, mesmo que tecnicamente não seja uma vantagem. Como já leste em cima mesmo sendo “.com” podes manter um tráfego orgânico bastante alto no país-alvo.

Podes fazer um pesquisa na página flexi.pt pelo nome que pretendes, e automaticamente vais ser avisado esse domínio está disponível ou não. Depois o processo de compra é simples.

Hoje em dia, a escolha de um bom domínio é feita pelo reconhecimento do seu nome, curto, simples e que seja fácil recordar (vai ser muito importante em toda a divulgação a longo prazo). Evita juntar palavras que terminem e comecem com a mesma letra, por exemplo “pertoonde.pt”. A junção das letras “o” pode tornar o reconhecimento do teu domínio mais difícil para o teu público.

Search Console

Flexi

Escolher domínio

HOSPEDAGEM

Um dos pontos mais importante para criar uma página de sucesso é a sua infraestrutura. Se a tua escolha não for adequada, podes ter muitos problemas de tráfego e de tempo online.
O que não falta por aí são empresas de hospedagem com um péssimo serviço de apoio ao cliente. Tem de ser um processo de tomada de decisão muito consciente. Compara várias empresas que prestem este serviço.

A nível nacional recomendamos a flexi.pt e a amen.pt. Internacionalmente tem um serviço de elevada qualidade da Blue Host. Esta empresa além de hospedar mais de 2 milhões de páginas é recomendado pelo próprio WordPress, pela sua fiabilidade.

Escolha sempre uma hospedagem de qualidade, não o faças pelo preço. Não te esqueças se a tua página estiver offline a experiência de navegação não é boa, e o teu público não volta. Tem atenção ao espaço em disco que a empresa te disponibiliza para hospedares todos os teus arquivos, bem como a velocidade de comunicação, contas de email e bases de dados. 

A qualidade do suporte oferecido é algo que colocamos sempre em primeiro lugar. Procura no Google as opiniões dos utilizadores de cada serviço.

Dá prioridade ao serviço de hospedagem que te ofereça Cpanel. É onde tu podes gerir tudo sobre o teu site, desde contas de email, bases de dados e outros recursos.

Blue Host

Amen

Cpanel

WORDPRESS

Existem duas opções, primeira é entrar no servidor de hospedagem e fazer a instalação rápida. Ao acederes procuras o icon do WordPress e climas sobre ele, depois aparece um botão que diz “instalar”, ou a instalação online e posterior upload para o servidor.

O 1º método vai facilitar a criação da tua página. Deves optar por este porque pode ser muito confuso para quem nunca trabalhou com este tipo de coisas fazer pelo segundo método, sendo que vais precisar também de um programa de FTP para transferir os teus arquivos para o servidor.

Caso pretendas alargar os conhecimentos, aqui está o 2º método passo a passo.

Faz download da última versão do WordPress. É um produto de código aberto, gratuito e seguro.

Agora tens de extrair os ficheiros, não alteres nenhum dos ficheiros, todos são precisos. O único que tens de alterar o nome é o arquivo “wp-config-sample.php” para “wp-config.php“.

Com os dados que recebeste no email para acesso ao Cpanel entra na tua conta. Vai ao gestor de arquivos e faz o upload dos arquivos WordPress no teu computador para o servidor. Procura a opção “File Manager“. Quando entrares procura a pasta “public.html”, aqui esta tudo o que é visível ao público. 

Quando clivares nessa pasta clica no botão “Upload” no cabeçalho da página. Agora que já tens o teu site no teu servidor tens de criar a base de dados.

Voltas ao painel principal do Cpanel e clica em “MySQL Databases” na aba DATABASES. Dá um nome à tua base de dados. Coloca um nome sem acentos e clica em “Creat Database”. Guarda o nome da tua base de dados num ficheiro de texto, vais precisar dele nos próximos passos.

Em seguida cria um utilizador para gerir a tua base de dados, coloca o nome e uma palavra passe e guarda também num ficheiro de texto junto do nome da base dados. Associa o “USER” à tua “DATABASE” e clica em “adicionar”, atribui os “ALL PRIVILEGES” e clica em “MAKE CHANGES”. 

Para finalizar tens de alterar o ficheiro “wp-config.php”. Abre a pasta e edita, para preencher os dados da base de dados.

define (‘DB_NAME’ ,  ‘nome da base de dados aqui’);

define (‘DB_USER’ ,  ‘nome do USER aqui’);

define (‘DB_PASSWORD’ ,  ‘PASSWORD aqui’);

Só precisas de editar estes 3 campos e gravar o ficheiro no mesmo formato e com o mesmo nome, volta a carregar para o teu servidor substituindo pelo anteriormente carregado.

Agora só tens de terminar a instalação do WordPress. 
Digita o URL do teu site, se seguiste todos os passos a tua página já está online.

Falta dares o título ao teu site, criar o utilizador para aceder ao backoffice, indicares o email para receber as notificações importantes do WordPress.

Está pronto! Agora é só dares asas à imaginação.

WordPress

File Manager – Cpanel

public_html – Upload de ficheiros no Cpanel

public_html – Upload de ficheiros no Cpanel

Finalizar instalação do WordPress


Facebook


Instagram

barcelos, braga,
PORTUGAL

info@noventa.pt

(+351) 912 018 113

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.